Notícias

Conheça mais a metodologia do Futebol3

18/05/2017
Compartilhe:

HISTÓRICO DA METODOLOGIA EM TRÊS TEMPOS

A Copa do Mundo de 1994 foi marcada por um momento de intolerância. O zagueiro, e capitão da seleção colombiana, Andréas Escobar foi assassinado após cometer um gol contra que desclassificou o país da competição. Isso levou o alemão Jürgen Griesbeck a refletir sobre a importância de resgatar valores como cooperação, solidariedade, respeito e tolerância no esporte e utilizá-los na formação de cidadãos.

O primeiro projeto desenvolvido foi o Fútbol por la Paz, que reunia gangues colombianas rivais em um mesmo jogo. Nascia então o embrião de uma metodologia que é hoje conhecida como futebol3. Baseado nessa iniciativa  bem-sucedida, em 2002 criou-se a streetfootballworld (SFW), que hoje apóia cerca de 80 organizações sociais de mais de 50 países.

No Brasil, está a Fundação Esportiva e Educacional Pró-Criança e Adolescente (EPROCAD), que utiliza o esporte para gerar impacto social, possibilitando autonomia e participação de crianças, adolescentes e suas famílias no município de Santana de Parnaíba.

 

METODOLOGIA FUTEBOL3

A atitude em campo vale mais que bolas na rede! Nos jogos, que não contam com a presença de árbitros, o dialogo é essencial entre os participantes para que se criem novas regras e adaptações de acordo com a realidade de cada partida.

Meninas e meninos jogam juntos e as diretrizes criadas pelo grupo fortalecem o sentido de corresponsabilidade e autonomia, pois is próprios jogadores conduzem as regras e gerenciam conflitos.

 

A partir dos conceitos citados, foi organizada a metodologia do trabalho que é composta de três tempos:

 

1º tempo

Os jogadores estabelecem as regras da partida.

 

2º tempo

Os participantes jogam com a responsabilidade de cumprir o que estabeleceram e promover um “jogo limpo”. Neste jogo não há juiz e o professor tem papel de mediador.

 

3º tempo

Avaliar se os acordos iniciais foram cumpridos e atribuir notas as atitudes praticadas durante o jogo. Todos têm a oportunidade de falar o que perceberam e como se sentira.

 

Por meio dessa metodologia a Fundação EPROCAD já beneficiou mais de 5.000 crianças e adolescentes de Santana de Parnaíba e região com idade entre 6 e 17 anos.

 

 

Clique aqui e conheça > Futebol3 História do uso dessa metodologia no Brasil